EUA demoram mais para dar visto a cientistas

Pesquisadores e estudantes não-americanos estão levando, em média, 67 dias para obter um visto de entrada nos Estados Unidos, segundo relatório do Comitê de Ciência do congresso norte-americano. A demora é duas vezes maior do que o prazo anterior ao ataque terrorista de setembro de 2001.O estudo mostra que a demora é maior quando os cientistas são provenientes de países como Índia, China e Rússia. Seus pedidos de visto passam por freqüentes triagens junto ao FBI, CIA e outros organismos ligados à segurança.?Isso comprova o que estávamos suspeitando?, disse Wendy White, do Departamento de assuntos Internacionais da Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos. "A sensação que fica é a de que os Estados Unidos não são mais um país que recebe a todos de braços abertos?, afirmou ele em entrevista à revista Nature.

Agencia Estado,

03 de março de 2004 | 12h36

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.