EUA divulgam ampla pesquisa sobre hábitos sexuais

O Centro Nacional para Estatística de Saúde (NCHS, na sigla em inglês) dos Estados Unidos divulgou os resultados da mais completa pesquisa já realizada pelo governo americano sobre práticas sexuais e saúde reprodutiva. As estatísticas do NCHS confirmam suspeitas levantadas por pesquisas anteriores, de que o sexo oral é uma prática adotada pelos adolescentes - de acordo com a pesquisa, mais da metade dos jovens entre 15 e 19 anos já mantiveram esse tipo de relação, incluindo quase um quarto dos que nunca mantiveram intercurso. No entanto, na faixa etária de 22 a 24 anos a taxa dos que praticam apenas sexo oral cai para 3%, sugerindo que os mais jovens usam a prática para preservar a virgindade.Entre as descobertas do estudo, Comportamento Sexual e Medidas de Saúde Selecionadas, o jornal The New York Times informa que os homens com idade entre 33 e 44 anos já tiveram uma mediana de seis a oito parceiras sexuais ao longo da vida; a mediana das mulheres é quatro. Entre homens e mulheres de 15 a 44 anos, cerca de dois terços tiveram apenas um único parceiro sexual ao longo do ano anterior. Dez por cento dos homens e 7% das mulheres tiveram três parceiros ou mais no mesmo período.Cerca de 4% dos homens e mulheres descrevem a si mesmos como homossexuais ou bissexuais, mas numa descoberta que surpreendeu os pesquisadores, 14% das mulheres com idade entre 18 e 29 anos declararam ter vivido pelo menos uma experiência homossexual, o dobro do número relatado por homens jovens.

Agencia Estado,

16 de setembro de 2005 | 15h53

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.