EUA dizem ter sucesso com alternativa a Kyoto

Um negociador americano disse durante a Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, que está acontecendo na cidade canadense de Montreal, que o país está tendo sucesso com medidas alternativas ao Protocolo de Kyoto para a redução das emissões de gases que provocam o efeito estufa."No que diz respeito ao que os Estados Unidos estão fazendo para combater a mudança climática, as medidas que temos tomado são diferentes de todas as do resto do mundo", disse o negociador, Harlan Watson. Segundo ele, as emissões de gases de efeito estufa caíram em 0,8% desde que George W. Bush assumiu a presidência.Delegados participando da Conferência, que começou na segunda-feira, iniciaram as discussões para aprovar medidas para combater o aquecimento global. Milhares de participantes estão negociando formas de atingir as metas do Protocolo de Kyoto, e quais as medidas que devem se seguir quando o protocolo expirar em 2012.Os Estados Unidos insistem que querem lutar contra a mudança climática, mas ainda resistem à imposição de metas. Ambientalistas criticaram as alegações do negociador americano.Steve Sawyer, da organização Greenpeace, disse à BBC que não faz sentido tentar reunir o governo Bush em uma ação mundial contra o aquecimento global."O que não podemos permitir é que este governo americano mantenha o resto do mundo como refém enquanto eles continuam falando sobre se voluntariar a fazer isso ou aquilo", disse.As negociações entre representantes de 189 países deve se estender por dez dias, antes da chegada dos ministros de cada país para tentar fechar um acordo.O Canadá quer encontrar uma forma para incluir os países que discordam do Protocolo de Kyoto, como os Estados Unidos, e também países em desenvolvimento que não são cobertos pelo acordo, como o Brasil."Os países que enviaram seus delegados querem progresso real. É por isso que, aqui em Montreal, temos que conseguir resultados", disse o ministro do Meio Ambiente canadense, Stephane Dion.O ministro afirmou que está tentando uma reaproximação entre os países com diferentes opiniões a respeito do combate ao aquecimento.  mudanças climáticas

Agencia Estado,

29 de novembro de 2005 | 13h22

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.