EUA doam US$ 6,5 milhões contra gripe no Vietnã

Os Estados Unidos doaram US$ 6,5 milhões ao Vietnã para ajudar a combater a gripe aviária, doença que já matou 42 vietnamitas desde que foi descoberta no país, em 2004. A Embaixada dos EUA informou que US$ 3,1 milhões serão destinados ao desenvolvimento de uma vacina contra a doença e a produzir remédio antiviral para o tratamento.O restante será investido em pesquisas sobre medidas preventivas contra uma eventual mutação do vírus H5N1. Pesquisadores consideram esta linhagem muito suscetível a mutações que o tornem transmissível também entre humanos.Os EUA também doarão equipamentos ao Vietnã e colaborarão com o financiamento do programa de vacinação avícola que as autoridades locais começaram a colocar em prática há dois meses.As autoridades vietnamitas confirmaram que receberam autorização da Roche para produzir o antiviral Tamiflu, indicado para tratar de pessoas com vírus H5, da gripe aviária. O governo do Vietnã e - e também o de Taiwan - tinha ameaçado começar a fabricar seu próprio antiviral, ignorando os direitos da Roche se a empresa suíça se recusasse a negociar.No início de 2006, disseram representantes do governo, o país deve começar a testar em humanos uma vacina anti-H5 que se mostrou eficaz em ratos e macacos.Nesta quinta-feira, o governo local anunciou a proibição do comércio de aves e ordenou o extermínio de 1.500 frangos.   leia mais sobre gripe aviária

Agencia Estado,

10 de novembro de 2005 | 17h55

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.