Europa lança pílula da beleza

Os cremes firmadores e hidratantes acabam de ganhar um novo concorrente: uma pílula de beleza que promete devolver à pele a textura e firmeza perdidas com a idade. O produto, batizado de Inneov, foi desenvolvido em conjunto pelos laboratórios de Nestlé e L?Oreal.Segundo a publicação econômica espanhola Cinco Dias, o produto foi lançado simultaneamente nesta quarta-feira em cinco países - França, Alemanha, Bélgica, Portugal e Espanha. Até o final do ano, a pílula de beleza deve estar disponível no resto do mundo.Na Espanha, cada pote com 60 pílulas custará o equivalente a R$ 90. A pílula é um suplemento composto por vitamina C e isoflavonas de soja. O público-alvo são mulheres e homens com 40 anos ou mais, já que é a partir dessa idade que a pele perde sua firmeza original.Como o produto é ingerido e não aplicado sobre a pele, seus efeitos não são localizados, mas dispersos em todo o corpo. No desenvolvimento da pílula da beleza, cada empresa participou de uma forma. A Nestlé se encarregou da seleção dos ingredientes, do aprimoramento de sua absorção pelo organismo e da verificação da segurança e da conservação do produto.A L?Oreal entrou com o conhecimento que tem sobre a fisiologia da pele, bem como da avaliação biológica e clínica da eficácia dos princípios ativos da pílula.O mercado dos complementos alimentares com finalidade cosmética conta com grande potencial no futuro, segundo demonstram crescimentos de venda registrados pelos produtos já disponíveis na Europa. Em 2001, o mercado europeu movimentou 4,6 bilhões de euros. Estima-se que essa cifra aumentará 14% até 2007, de acordo com estudo feito pela Agência Frost & Sullivan. No Japão, o crescimento desse mercado será ainda maior, ultrapassando os 16%.Até agora, o segmento de complementos alimentares com fins estéticos estava concentrado em produtos para evitar a queda de cabelo. Esse tipo de produto é responsável por 51% do mercado de complementos alimentares com efeito estético. Pílulas com propriedades emagrecedoras correspondem a 31% desse mercado, enquanto os protetores solares por via oral abocanham 15%.Só 1% dos complementos alimentares são destinados à pele. O lançamento do Inneov abre uma nova via de produtos disponíveis para as pessoas que querem uma alternativa para os cremes de beleza.

Agencia Estado,

05 de março de 2003 | 20h55

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.