Ex-lobista alterou relatórios da Casa Branca sobre clima

Um funcionário da Casa Branca sem uma mínima formação científica editou e alterou relatórios governamentais sobre a mudança climática para minimizar os vínculos entre a emissão de gases de efeito estufa e o problema do aquecimento global, informa nesta quarta-feira o New York Times.O jornal, que se baseia em documentos internos da Casa Branca aos quais teve acesso, indica que Philip Cooney, titular do Conselho de Qualidade Ambiental, alterava sutilmente os informes para criar dúvidas sobre as descobertas científicas.Em um documento, Cooney acrescentou a palavra "extremamente" à seguinte frase: "Atribuir as causas das mudanças biológicas e ecológicas às mudanças ou variações climáticas é extremamente difícil".As alterações feitas por Cooney em vários rascunhos de 2002 e 2003 geralmente apareciam nos relatórios finais.Indústria petroleiraCooney, que antes de trabalhar na Casa Branca, em 2001, era lobista do American Petroleum Institute e liderava a luta da indústria petroleira contra as limitações às emissões de gases de efeito estufa, é um advogado com formação em economia, mas sem estudos científicos, afirma o jornal.Rick Piltz, que já trabalhou para a agência que coordena a pesquisa governamental sobre mudança climática, disse, em um memorando enviado na semana passada a altos funcionários, que a edição de relatórios científicos conspirava contra os esforços oficiais para estabelecer as causas da mudança climática."Cada governo tem uma posição política sobre a mudança climática", escreveu Piltz, segundo o jornal."Mas nunca vi uma situação como a que se desenvolveu sob esta administração nos últimos quatro anos, na qual a politização da Casa Branca retroalimentou diretamente o programa científico de tal forma que minou a credibilidade e integridade do programa".  mudanças climáticas

Agencia Estado,

08 de junho de 2005 | 11h56

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.