Exame descarta gripe aviária em sítio de Minas

Laudo do Laboratório Tecsa, de Belo Horizonte, afastou definitivamente a possibilidade de que aves mortas em um sítio no distrito de Vianópolis, região metropolitana da capital mineira, tenham sido vitimas de gripe aviária. A informação foi dada há pouco pelo Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA).A conclusão do laboratório é de que as aves tinham patologia respiratória crônica, provocada por outros agentes.A análise do material constatou a presença de Mycoplasma gallisepticum, Mycoplasma synoviae e vírus da bronquite infecciosa das aves, presentes em avicultura de subsistência e causadores de quadro respiratório sem risco direto ao homem.   leia mais sobre gripe aviária

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.