Excesso de peso aumenta risco de Alzheimer, diz estudo

Um estudo publicado nesta segunda-feira sugere que mulheres com excesso de peso têm maior risco de desenvolver o mal de Alzheimer - o mais recente dado a ligar a doença a fatores vasculares, como hipertensão e diabetes. Os pesquisadores encontraram uma ?forte relação? entre ter excesso de peso aos 70 anos e o surgimento do problema mental dez ou dezoito anos mais tarde.Os pesquisadores acreditam que seu estudo apóia outros trabalhos que sugerem a importância de fatores vasculares no Alzheimer. Mas a Associação Alzheimer de Chicago alerta que mais pesquisas precisam ser feitas. O estudo, publicado na edição desta segunda-feira dos Archives of Internal Medicine, procurou a relação entre demência e o índice de massa corporal, ou IMC - uma relação entre altura e peso. Participaram 392 homens e mulheres suecos, que foram acompanhados dos 70 aos 88 anos de idade. A relação entre o IMC alto e o Alzheimer foi encontrada apenas nas mulheres, mas o número de homens participante era comparativamente pequeno.

Agencia Estado,

14 de julho de 2003 | 17h37

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.