Exercício intensivo ajuda contra câncer de próstata

Atividades físicas vigorosas feitas com regularidade diminuem a progressão do câncer de próstata em homens acima de 65 anos, de acordo com uma pesquisa da Escola de Saúde Pública da Universidade de Harvard.A equipe de Harvard concluiu que os homens têm que se exercitar vigorosamente por pelo menos três horas por semana para que a atividade física tenha efeito. O estudo se estendeu por 14 anos, de 1986 a 2000, examinando 47.620 homens nos Estados Unidos.As conclusões foram publicadas no jornal especializado Archives of Internal Medicine.Risco menorPesquisas anteriores indicaram que homens mais ativos fisicamente podem correr menos riscos de câncer na próstata.Os cientistas pediram que cada um dos homens examinados fornecesse informações sobre o quanto praticavam de exercícios - como caminhar, andar de bicicleta, nadar ou praticar qualquer esporte com raquete - que fazia.Durante os 14 anos do estudo, 2.892 novos casos de câncer de próstata foram diagnosticados, incluindo 482 casos avançados.Os pesquisadores concluíram que homens mais velhos, com 65 anos ou mais, que faziam exercícios intensos regularmente, estavam sob risco mais baixo - quase 70% - de casos avançados e fatais da doença.Esse tipo de associação não foi encontrado em homens mais novos.Os cientistas disseram, no entanto, que são necessários mais estudos para determinar a exata intensidade dos exercícios que beneficiariam pacientes de câncer de próstata.

Agencia Estado,

10 de maio de 2005 | 17h26

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.