Extremos climáticos aumentam com aquecimento global

Condições meteorológicas extremas se tornarão comuns, já que as temperaturas vêm aumentando devido às mudanças climáticas, afirmou a agência meteorológica da ONU. "Novos registros de eventos extremos ocorrem todos os anos em algum lugar do planeta, mas recentemente o número de tais extremos aumentou", disse, em comunicado, a Organização Meteorológica Mundial (WMO, por sua sigla em inglês).A agência está sediada na Suíça, que acaba de registrar o junho mais quente desde que as medidas começaram a ser registradas, há 250 anos, com temperaturas 6º C acima da média. Na vizinha França, as temperaturas máximas em junho atingiram 40º C.De acordo com a WMO, 562 tornados atingiram os Estados Unidos em maio, um aumento de 163 com relação aos últimos anos. A região sudeste do país foi extremamente úmida e fria em março, com algumas áreas recebendo 350 mm a mais de chuva do que o usual.Pelo menos 1.400 pessoas morreram na Índia por causa de uma onda de calor que bateu os 49º C, enquanto que, no Sri Lanka, fortes chuvas provocadas pelo ciclone tropical 01B resultou em enchentes e deslizamentos que mataram pelo menos 300 pessoas. "A média global das temperaturas da superfície da terra e do mar em maio de 2003 foi a segunda mais alta desde o início dos registros, em 1880", afirma o comunicado da WMO.

Agencia Estado,

02 de julho de 2003 | 17h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.