Facilidade para orgasmo feminino depende de genes

A capacidade da mulher para atingir um orgasmo está determinada, pelo menos em parte, por seus genes, indica um estudo. Os resultados divulgados nesta terça-feira apontam que estas dificuldades não podem ser atribuídas somente a influências culturais.Os pesquisadores afirmam que isso pode ser interpretado como uma boa e má notícia ao mesmo tempo: "Pode afetar mulheres que pensem ´oh, Deus, eu simplesmente não posso ter orgasmos´", disse a doutora Virginia Sadock, diretora do programa de sexualidade do Centro Médico da Universidade de Nova York. "Por outro lado, isso resolve o sentimento de culpa ou o de pressão".Seja como for, os resultados publicados este mês na Biology Letters, revista na Real Sociedade Britânica, não implica em dizer que mulheres que herdem uma combinação desafortunada de genes não possam atingir orgasmos: apenas terão que realizar esforços maiores para tanto.No estudo, cientistas do hospital St. Thomas, de Londres, enviaram questionários a 4.037 mulheres que constam do registro britânico de gêmeas. A metade delas eras idênticas; a outra, não. Uma em cada três mulheres informou que nunca ou quase nunca atingiu um orgasmo durante suas relações sexuais; 21% disse o mesmo acerca da masturbação. Esses números correspondem a outras investigações realizadas em décadas passadas - o que derruba a tese cultural.Os questionários revelaram a influência genética ao identificar uma coincidência maior nos números entre irmãs gêmeas idênticas, comentou o pesquisador Tim Spector, epidemiólogo genético do hospital St. Thomas. Como a única diferença entre os dois grupos era genética, os pesquisadores concluíram que a diferença se devia a componentes ligados aos genes.Após levar em conta uma série de fatores que podem influenciar no orgasmo, os investigadores chegaram à conclusão de que 34% dos problemas das mulheres que sofrem para atingir um orgasmo são de natureza genética. Eles também concluíram que 45% das dificuldades durante a masturbação podem ser atribuídas à mesma causa.

Agencia Estado,

07 de junho de 2005 | 19h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.