Falha do Hubble pode adiar nova missão de ônibus espacial

Telescópio não consegue mandar dados para controladores; astronautas precisarão de novo treinamento

AP

29 de setembro de 2008 | 16h42

O Telescópio Espacial Hubble parou de mandar dados científicos, forçando a Nasa a replanejar e possivelmente adiar a missão espacial planejada para daqui apenas duas semanas, para atualizar o telescópio.  A falha registrada na noite de sábado, 27, significa que o telescópio é incapaz de captar e transmitir os dados necessários para produzir suas imagens do espaço, disseram representantes da agência espacial nesta segunda-feira, 29.  Uma equipe de astronautas tem se preparado para partir na nave Atlantis no dia 14 de outubro para fazer outros reparos e atualizações, mas o problema na transmissão é completamente novo.  A Nasa está revisando se a missão deve ser adiada por alguns meses para que os planos possam ser adaptados para que sejam levadas peças de reposição do componente com problemas, disse o porta-voz da Nasa, Michael Curie. Levaria tempo para testar e qualificar a parte a ser substituída, além de treinar os astronautas para instalarem a peça no telescópio, disse.  A Nasa também teria que trabalhar novos detalhes da missão para os astronautas que treinaram dois anos para as cinco caminhadas espaciais de conserto do Hubble.  Currie ressaltou que o telescópio não está em perigo; ele apenas não pode mandar informação para os controladores.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.