FHC entrega Prêmio Eco em São Paulo

O presidente Fernando Henrique Cardoso entregou hoje à presidente do Conselho Administrativo do Banco Itaú, Milú Vilella, o Prêmio Eco Especial 20 anos, concedido pela Câmara Americana de Comércio (Amcham). O projeto Raízes & Asas, do Itaú, foi considerado o melhor projeto de responsabilidade social já apresentado nos 20 anos de existência do prêmio. O programa havia recebido o Prêmio Eco de 1995 na categoria Educação.Em discurso logo após a entrega do prêmio, o presidente afirmou que a resolução de problemas sociais deixou de ser responsabilidade exclusiva do Estado. Agora, segundo ele, o papel cabe a parcerias entre governo, empresas e organizações não-governamentais. "A mobilização de recursos da sociedade civil não desobriga o Estado, mas dá apoio e atenua a falta de recursos públicos", disse.O projeto Raízes & Asas é uma compilação, em oito fascículos temáticos, com livro e fitas de vídeo, de experiências de escolas públicas em diferentes regiões do País. O objetivo é contribuir para a melhora do ensino fundamental com apoio técnico e profissional a diretores e professores.Além do prêmio especial de 20 anos, foi entregue hoje o Prêmio Eco 2002. Na categoria Conservação/Educação Ambiental, a vencedora foi a Vale do Rio Doce com o programa ?Reserva Natural em Linhares-ES?. A Belgo recebeu o prêmio na categoria Cultura com ?Trilhas da Cultura?. Em Educação, venceu a Dow Química com o programa ?Manual de Iniciações para Deficientes Físicos?. Em Participação Comunitária, a Telemig Celular venceu com ?Pró-Conselho - Programa de Fortalecimento dos Conselhos Municipais dos Direitos da Criança e do Adolescente e dos Conselhos Tutelares do Estado de MG?. Em Saúde, o prêmio foi para a Sociedade Médica Paulista de Administração em Saúde, com o ?Programa de Controle da Qualidade do Atendimento Médico-hospitalar?.Cerca de 700 convidados participaram da cerimônia, incluindo o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin a embaixadora dos EUA, Donna Hrinak, a presidente do Instituto Ayrton Senna, Viviane Senna, o presidente do Conselho da Câmara Americana, Bob Mangels, e o presidente da Amcham-SP, Álvaro de Souza.

Agencia Estado,

30 de agosto de 2002 | 17h49

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.