FHC não descarta presidir fundação sobre meio ambiente

O presidente Fernando Henrique Cardoso não descartou nem encampou publicamente a idéia de presidir uma entidade mundial dedicada ao meio ambiente. Em entrevista coletiva depois de o presidente discursar na Cúpula Mundial sobre Desenvolvimento Sustentável, os jornalistas perguntaram o que ele tinha a dizer sobre as articulações de bastidores para que viesse a assumir a presidência de uma fundação mundial sobre meio ambiente. "Não tenho nada a dizer, só a ouvir", sorriu Fernando Henrique.Como parte dessa movimentação, o presidente participou hoje da abertura do Congresso Internacional de Parques, ao lado do ex-presidente sul-africano, Nelson Mandela. A inclusão de Fernando Henrique no evento foi providenciada pelo assessor do presidente para meio ambiente, Fábio Feldmann, e pela ex-ministra do Meio Ambiente do Equador Yolanda Kakabase, presidenta da União Internacional para a Conservação da Natureza, organizadora do congresso.A idéia de Fernando Henrique assumir um cargo desse tipo depois de terminado seu mandato surgiu numa reunião no começo do ano na Granja do Torto, casa de campo oficial da presidência em Brasília, da qual participaram Feldmann, Yolanda e outros ambientalistas. Eles sugeriram ao presidente que assumisse um papel de maior protagonismo no cenário mundial, na área de meio ambiente. "Não foi nada mais formal que isso", diz Feldmann.Desde os primeiros dias da reunião de Johannesburgo, comentava-se que a instituição que poderia ser dirigida por FHC tomaria o formato da Comissão Brundtland, dirigida pela ex-primeira-ministra norueguesa Gro Harlem Brundtland, que, em 1984 elaborou o documento Nosso Futuro Comum, que inspirou a Rio-92. Feldmann, no entanto, não concorda com a premissa desse formato: a de que a cúpula de Johannesburgo seria um fracasso e seria necessário recomeçar do zero.

Agencia Estado,

02 de setembro de 2002 | 17h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.