Fiesp lança cartilha sobre cobrança da água

A iminência da cobrança pelo uso da água na bacia do rio Paraíba do Sul, que corta os estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, levou a Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp) a elaborar a cartilha ?Água e Indústria - Compreenda Esta Nova Relação?. Segundo a instituição, a publicação tem o objetivo de contribuir com a Agência Nacional de Águas (ANA) no cadastramento de todos os usuários da água da bacia e esclarecer as principais dúvidas sobre o custo e a cobrança da água, que incidirá sobre 180 cidades e cerca de 8 mil indústrias que estão localizadas na região.A cartilha traz dicas para evitar o desperdício de água nas empresas, mostrando que é possível reduzir o consumo de água entre 20% a 50% e conseguir com isso um aumento nos lucros em até 10%. Segundo a publicação, o custo da água representa, em média, 1% do faturamento de uma empresa, podendo chegar a mais de 4%. Mostra ainda as bases legais para a cobrança do uso da água, quem vai pagar e quem irá cobrar por isso.

Agencia Estado,

01 de outubro de 2002 | 14h49

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.