Fogo já destruiu cerca de 10 mil hectares de Ilha Grande

Um incêndio já consumiu cerca de 10 mil hectares da Ilha Grande, a maior das 300 que formam o Parque Nacional de Ilha Grande, na divisa entre Paraná e Mato Grosso do Sul. O fogo começou provavelmente na quarta-feira e atingiu as várzeas e as matas ciliares perto da Lagoa Saraiva. Hoje foram utilizados dois helicópteros que levavam água para ajudar no combate ao incêndio, mas no fim da tarde um deles sofreu uma pane. A diretora do parque, Maude Joslin Mota, aguarda mais uma aeronave do Ibama para ajudar. Dois focos pequenos foram apagados, mas o maior ainda avançava. Por terra, aproximadamente 60 pessoas estavam postadas próximo a uma clareira com cerca de 10 quilômetros de extensão por 30 metros de largura, que foi aberta para conter o fogo. "Eles ficarão durante toda a noite para evitar que o fogo atinja a parte norte da ilha", disse a diretora. A expectativa era que pudesse chover na noite de hoje, ajudando no combate ao incêndio. Maude disse que o fogo pode ter começado a partir de raios que caíram na madrugada de quarta-feira, mas ela não descarta a possibilidade de ter sido criminoso. Desde o início de agosto, já foram observados sete incêndios nas ilhas do parque. Num dos maiores, 80% da Ilha Peruzzi, a terceira maior, foram devastados. Segundo a diretora do parque, 90% dos incêndios que atingem o arquipélago são criminosos. O parque tem 78 mil hectares de extensão e o acesso por terra é quase impossível em grande parte da reserva.

Agencia Estado,

06 de setembro de 2002 | 19h43

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.