Scott Audette/Reuters
Scott Audette/Reuters

Foguete da SpaceX é lançado e depois pousa em barca no oceano

Retorno é mais um passo na busca de dispositivos reutilizáveis; 1.950 kg de comida, roupas e equipamentos foram entregues

O Estado de S. Paulo

15 Abril 2015 | 12h00

CABO CANAVERAL - Um foguete não tripulado da empresa SpaceX decolou nesta terça-feira, 14, da Flórida, nos Estados Unidos, com a missão de transportar uma nave de carga até a Estação Espacial Internacional, depois deu meia volta e fez um pouso com bastante força em uma plataforma no oceano. 

O retorno do foguete, projetado durante anos, marca mais um passo na busca da companhia para desenvolver foguetes capazes de serem reutilizados, com o objetivo de cortar custos de lançamento. 

"Isso pode mudar completamente o modo como abordamos o transporte ao espaço", disse o vice-presidente da SpaceX, Hans Koenigsman.

O foguete do modelo Falcon 9, de 63 metros de altura, carregando a cápsula Dragon, ergueu-se com um estrondo da plataforma de lançamento na Estação da Força Aérea de Cabo Canaveral às 16h10, no horário local. Uma tentativa de lançamento na segunda-feira, 13, teve de ser cancelada por causa do mau tempo. 

Após colocar a cápsula a caminho de sua órbita, o foguete deu meia volta, acionou motores para guiar sua descida, assim como manches e pernas, e pousou sobre uma barca especialmente projetada e ancorada a 322 quilômetros da costa de Jacksonville, na Flórida. 

"O foguete pousou na embarcação, mas com força demais para sobreviver", escreveu o fundador e presidente-executivo da SpaceX, Elon Musk, em sua conta no Twitter.

Durante tentativas de lançamento anteriores, em janeiro, o foguete ficou sem fluído hidráulico suficiente para manobrar os manches, fazendo com que despencasse sobre a plataforma. 

Uma segunda tentativa, em fevereiro, foi cancelada por causa das altas marés, mas o foguete passou com sucesso pela sequência pré-programada de lançamento e flutuou verticalmente antes de bater no mar e se partir. 

O principal objetivo do lançamento desta terça-feira foi entregar mais de 1.950 quilos de comida, roupas, equipamentos - incluindo uma máquina de café italiana - e experimentos científicos para a estação, um laboratório de US$ 100 bilhões que paira 418 quilômetros acima da Terra./REUTERS

Mais conteúdo sobre:
SpaceX

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.