Foguete falha e nave a vela solar acaba destruída

A agência espacial russa Roskosmos e a Frota Russa do Norte confirmaram na manhã desta quarta-feira o fracasso do lançamento da nave espacial impulsionada a vela solar Cosmos 1."Devido à parada espontânea do motor da primeira etapa do míssil de lançamento Volna aos 83 segundos de vôo, o aparelho cósmico Veleiro Solar não pôde alcançar sua órbita", afirmou a Roskosmo em um comunicado publicado em seu site.O míssil Volna, desenvolvido pelo centro estatal de mísseis da Agência de Pesquisas Makeev, foi lançado às 16H46 de Brasília, na terça-feira, no Mar de Barents a partir do submarino nuclear Borisoglebsk."Infelizmente, este é o segundo fracasso da tentativa de enviar ao espaço o veleiro solar", acrescenta a nota da Roskosmos, que lembra a primeira falha em julho de 2001, quando o aparelho não se separou do míssil de lançamento e foi destruído nas camadas densas da atmosfera.O fracasso foi confirmado pelo porta-voz da Frota do Norte, o capitão Igor Dygalo. Um grupo de trabalho foi criado para examinar as razões do incidente.

Agencia Estado,

22 de junho de 2005 | 09h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.