Fórum virtual discute disponibilidade de água

Os organizadores do 3º Fórum Mundial da Água, a ser realizado em Kyoto, no Japão, em 2003, promovem, a partir de hoje, um amplo debate on-line sobre os problemas de escassez e mau uso da água. O programa Mensageiro da Voz da Água (http://www.worldwaterforum.org/voice/en/) pretende conseguir milhares de contribuições de internautas, entre sugestões, estudos de caso, relatos de problemas e denúncias, para subsidiar a reunião ministerial oficial, da qual participam representantes de 87 países."O programa Mensageiro da Voz da Água dá a pessoas de todas partes do mundo a oportunidade de ter um impacto direto sobre as decisões globais a respeito de temas relacionados à agua, a nível local, nacional e internacional," observa o secretário-geral do Fórum, Hideaki Oda, que se reúne a cada 3 anos, em países diferentes, para discutir as crises relacionadas aos múltiplos e conflitivos usos da água para agricultura, indústria, abastecimento, transporte etc.Além de receber as contribuições virtuais, também serão ouvidas comunidades e lideranças sem acesso a Internet, através de entrevistas feitas por voluntários.Calcula-se que existam hoje cerca de 1,2 bilhão de pessoas sem acesso à água segura, ou seja, em quantidade e com qualidade suficiente para atender às necessidades diárias básicas de ingestão.A expectativa é de que este número aumente para 2,3 bilhões até 2025, se não forem tomadas medidas eficazes para resolver as atuais crises.

Agencia Estado,

06 de março de 2002 | 17h56

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.