Fotografado pela primeira vez nascimento de supernova

Até agora, cientistas só tinham imagens de horas ou dias depois da explosão estrelar ter ocorrido

Efe

21 de maio de 2008 | 17h13

Cientistas da Universidade de Princeton, Estados Unidos, captaram o momento exato do nascimento de uma supernova, um acontecimento do qual só se tinha imagens de horas ou dias depois de ter ocorrido, segundo um estudo publicado nesta quarta-feira, 21, pela revista científica britânica Nature.   A maioria das estrelas maciças termina sua curta vida em meio a uma espetacular explosão, que dá origem ao nascimento de uma supernova. Esta explosão sintetiza novos materiais e contribui à evolução da galáxia.   Uma supernova é uma explosão estelar que produz objetos muito brilhantes na esfera celeste e costuma aparecer onde antes não se via nada. Em algumas ocasiões são difíceis de distinguir se o pó que desprendem ofusca seu brilho.   Sua aparição é pouco freqüente, com apenas algumas por galáxia a cada cem anos, mas podem ser vistas de galáxias distantes devido a sua intensa luminosidade.   Até agora, os cientistas não tinham fotografado a emissão óptica do nascimento da supernova, mas sinais posteriores à explosão, pelo que esse momento era desconhecido.

Tudo o que sabemos sobre:
supernovaNasaespaçociência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.