França cria grupo para reduzir emissões até 2050

O Governo da França criou um grupo de trabalho formado por políticos, sindicalistas, industriais e analistas que deverão formular propostas para atingir a redução de 75% nas emissões de gases causadores do efeito estufa até 2050, anunciou o Executivo em comunicado. Os ministros do Meio Ambiente, Nelly Olin, e da Indústria, François Loos, apresentaram o grupo de trabalho formado por personalidades e chefiado pelo presidente do Conselho de Análise Econômica, Christian Boissieu.Participaram ainda a deputada Nathalie Kosciusko-Morizet e o senador Henri Revol, que preside o Escritório Parlamentar de Avaliação Científica e Tecnológica. Sua missão é "elaborar e avaliar as diferentes formas de alcançar o objetivo de reduzir a 25% as emissões de gases do efeito estufa", disse a nota. O grupo fará um relatório que será apresentado em um colóquio no primeiro semestre de 2006.Olin ressaltou que "os acontecimentos dos últimos meses, a seca na França, as inundações no leste da Europa, a catástrofe que assolou a Louisiana, nos EUA, reforçam a importância e a urgência dos desafios climáticos". Loos afirmou que "defende a pesquisa e a inovação industrial, em particular na área da produção de energia e de seu consumo residencial e nos transportes. Assim, poderemos enfrentar o duplo desafio energético e ecológico do século XXI".  mudanças climáticasF

Agencia Estado,

08 de setembro de 2005 | 22h41

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.