Franceses dizem ter achado tumba do faraó Quéops

Dois arqueólogos amadores franceses dizem ter localizado um recinto desconhecido na pirâmide de Quéops, que poderia ser a câmara funerária do faraó. As autoridades egípcias, entretanto, não deram permissão para pequenas escavações destinadas à comprovação da hipótese."Se a câmara funerária de Quéops fosse descoberta, seria o maior achado desde Champollion (francês considerado pai da Egiptologia, por ter decifrado os primeiros hieróglifos). Tutancâmon (outro famoso faraó, cuja tumba foi descoberta) não era mais que um pequeno rei comparado a ele", disse o professor Nicolás Grimal, do Colégio da França, ao jornal Libération, que publicou reportagem sobre o assunto.O local desconhecido, localizado embaixo da sala da rainha, poderia ser a verdadeira câmara funerária do faraó Quéops, cuja múmia nunca foi encontrada, segundo os amadores Gilles Dormion e Jean-Yves Verd´hurt.

Agencia Estado,

30 de agosto de 2004 | 14h11

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.