Frente fria pode adiar lançamento do ônibus Atlantis

Uma frente fria que provocoutornados devastadores no sul dos Estados Unidos se encaminhapara a Flórida, o que pode levar a Nasa a adiar o lançamento doônibus espacial Atlantis, marcado para quinta-feira. Os técnicos do Centro Espacial Kennedy devem se reunir namanhã de quinta para avaliar a previsão do tempo e decidir seenchem ou não o tanque de combustível da nave para que ela sejalançada às 14h45 (17h45 em Brasília). O objetivo da missão é entregar um laboratório europeu àEstação Espacial Internacional. Na quarta-feira, os meteorologistas estimaram em apenas 30por cento a probabilidade de condições favoráveis aolançamento. A frente fria no sul dos EUA provocou tornados que matarammais de 50 pessoas em Tennessee, Arkansas, Kentucky e Alabama.O sistema já terá perdido força ao chegar à Flórida, mas o arfrio deve provocar chuvas, nuvens espessas e até trovoadas aoencontrar com a brisa mais quente do litoral, segundo ameteorologista Kathy Winters, da Força Aérea dos EUA. "Temosmuita preocupação para o lançamento amanhã", disse ela. Paciência é a palavra de ordem desde dezembro para ostécnicos, que já cancelaram duas vezes o lançamento do Atlantisdevido a problemas num sistema que desliga os motores em casode emergência. O ônibus levará para órbita o Columbus, primeirolaboratório espacial permanente europeu. O módulo vai seracoplado à estação durante a missão de uma semana do Atlantis.A Agência Espacial Européia aguarda desde 2002 pelo envio doColumbus, que custou 1,9 bilhão de dólares. Inicialmente a demora se deveu a um atraso no envio de ummódulo russo de serviço para a estação. Depois, foi provocadopor causa do acidente de 2003 com o ônibus Columbia, que fezcom que os vôos norte-americanos passassem dois anos e meiosuspensos. REUTERS ES

IRENE KLOTZ, REUTERS

06 de fevereiro de 2008 | 22h24

Tudo o que sabemos sobre:
CIENCIAATLANTISADIAMENTO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.