Gafanhotos devastam 1 mi de hectares de arroz na Tailândia

Perda provocada pela praga poderá ser superior a 30% da produção em algumas regiões do país asiático

Efe,

08 Fevereiro 2010 | 14h20

A Tailândia perdeu 1 milhão de hectares de arroz por uma praga de gafanhotos marrons ("Nilaparvata lugens") e sua produção anual será reduzida, informou nesta segunda-feira, 8, o Instituto Internacional de Pesquisa do Arroz. "Esse é o pior foco que vi em minha carreira, desde 1977. A maioria dos cultivos de arroz, provavelmente mais de 1 milhão de hectares, sofrerá perdas superiores a 30%", disse Manit Luecha, diretor do centro de grãos de arroz da província tailandesa de Chai Nat. A calamidade afeta o celeiro da Tailândia, principal exportador mundial de arroz com 8,6 milhões toneladas em 2008, desde Kamphaeng Phet e Phichit (norte) até Suphan Buri, Chai Nat e Ang Thong (centro). "No ano passado, os altos preços do arroz levaram os agricultores tailandeses a ampliar seus cultivos, a fertilizar os campos para aumentar a produção e fizeram uso em massa de agrotóxicos para proteger o investimento", indicou K.L. Heong, especialista do citado instituto. "Essa combinação de práticas favoreceu a atual praga na Tailândia. É preciso restabelecer o balanço natural", manifestou Heong como solução. Segundo a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), a produção mundial de arroz foi de 678 milhões toneladas em 2009, 2% a menos que no ano anterior. O comércio mundial terá uma leve recuperação de 30,5 milhões toneladas em 2010, expansão sustentada por um forte demanda de importações dos países asiáticos. A recuperação do comércio seria sustentada pelas exportações de Tailândia, China, Mianmar e Vietnã, o que compensará os envios menores do Camboja, dos Estados Unidos e do Uruguai, de acordo com a FAO.

Mais conteúdo sobre:
pragagafanhotosarrozTailandia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.