Gel desenvolvido em Harvard combate a herpes genital

Cientistas americanos da Escola Médica de Harvard anunciaram a criação de um gel que pode proteger contra herpes genital por dez dias e é de fácil aplicação. O trabalho foi publicado na revista especializada New Scientist.A herpes genital é causada por um vírus e não tem cura. A forma mais segura de evitar a transmissão atualmente é por meio do uso de camisinha com espermicida.Para o doutor Judy Lieberman, responsável pelo desenvolvimento do gel com um grupo de colegas, o novo produto poderá no futuro ser uma alternativa contra herpes para quem não usa camisinha - embora ele não impeça a transmissão de outras doenças, como a Aids.Segundo os médicos, quando aplicado na vagina, o gel é absorvido e permanece ativo por dez dias. Ele bloqueia a transmissão destruindo o vírus. Os primeiros testes com o novo gel foram feitos com ratos, e a equipe de Harvard acredita que em breve poderá fazer o teste em humanos.

Agencia Estado,

01 de maio de 2005 | 22h50

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.