Gene neutralizado interrompe avanço da surdez

Cientistas americanos identificaram o gene que interfere na regeneração da penugem do ouvido interno, o que poderia ajudar a corrigir a surdez, segundo um estudo publicado na Science.Os pesquisadores do Hospital Geral de Massachusetts constataram, em estudos feitos com ratos, que a neutralização deste gene interrompeu o processo de perda dos conjuntos ciliares, que ocorre com o avanço da idade.Zheng-Yi Chen, chefe da equipe que fez o estudo, o próximo passo será tentar "regenerar as células ciliares", segundo a agência Efe. A estrutura do ouvido dos ratos é muito similar à dos seres humanos.Estas células cobrem a membrana coclear, que transmite a sensação auditiva ao cérebro através de estímulos elétricos. O ser humano chega a ter 50 mil células ciliares na membrana, mas elas diminuem progressivamente devido a lesões e à idade."Uma vez que estas células se perdem, já não há remédio. Quando a surdez é total, a existência das células ciliares é nula", afirmou Stefan Heller, pesquisador do Hospital Geral de Massachusetts.

Agencia Estado,

14 de janeiro de 2005 | 14h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.