Governo lança plano de aproveitamento do Velho Chico

O Comitê da Bacia Hidrográfica do São Francisco aprovou nesta sexta-feira um plano para o uso das águas da bacia do Velho Chico nos próximos dez anos, e definiu que a captação de água será de no máximo 360 metros cúbicos por segundo, nformou o Ministério do Meio Ambiente. O documento faz um diagnóstico da situação atual das águas, estabelece prioridades e critérios para medidas como cobrança e outorga para uso da água. O comitê aprovou, também, o programa de revitalização do São Francisco, que terá cinco linhas de ação, abrangendo recuperação de nascentes, educação ambiental e saneamento. O Plano Decenal de Recursos Hídricos foi debatido pelos 60 membros do Comitê, qu conta com representantes dos governos federal, estaduais e municipais, e da sociedade civil, como pescadores, ribeirinhos, comunidades indígenas, empresas de geração de energia, empresas de saneamento e ONGs. O texto foca-se na gestão sustentável dos recursos hídricos e na revitalização da bacia hidrográfica do São Francisco; e identifica os principais motivos da degradação do rio ao longo dos séculos, mas com ênfase nos últimos anos.

Agencia Estado,

31 de julho de 2004 | 02h37

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.