R. Komorowski/Divulgação
R. Komorowski/Divulgação

Gralhas-calvas aprendem a usar ferramentas em laboratório

Quando diante de alimentos que só poderiam ser obtidos com ferramentas, animais dominaram essa habilidade

26 de maio de 2009 | 18h45

Agora, outro animal pegou uma ferramenta e trabalhou com ela. Embora já tenha sido vista como uma característica exclusiva dos primatas, o uso de ferramentas vem sido observado em uma grande variedade de animais, recentemente. Agora, as gralhas-calvas entram para a lista, uma espécie pássaro que o folclore europeu já acreditou que poderia prever o clima.

 

Essas gralhas não usam ferramentas quando estão em ambiente selvagem, mas rapidamente tiveram a ideia quando confrontadas com problemas em testes de laboratório, disseram pesquisadores britânicos na edição desta terça-feira, 26, da revista Proceedings of the National Academy of Sciences.

 

Quando diante de alimentos que só poderiam ser obtidos empurrando uma pequena pedra por um tubo, as gralhas rapidamente dominaram essa habilidade.

 

E quando a pedra estava longe do tubo, elas não demoraram para decidir pegá-la e levá-la até ele, de acordo com os pesquisadores Christopher Bird e Nathan Emery.

 

Uma gralha fêmea, Fry, foi a primeira a pegar a pedra, seguida por seu parceiro, Cook. Um segundo par, Connelly e Monroe, também conseguiu dominar a habilidade.

 

Os pássaros também tiveram sucesso em outras tarefas envolvendo gravetos e fios.

Tudo o que sabemos sobre:
animaisciência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.