Grande Muralha da China é maior que o imaginado

Pesquisa começou em maio de 2007 e foi realizada com instrumentos avançados de prospecção e alta precisão

EFE

21 de abril de 2009 | 02h58

A Grande Muralha da China mede 8.851,8 quilômetros, aproximadamente 2.000 a mais do que o imaginado antes, segundo a última pesquisa das administrações estatais de Arqueologia, Topografia e Cartografia, informou o oficial "Diário do Povo".

 

Antes desta pesquisa, que começou em maio de 2007 e que aconteceu com instrumentos avançados de prospecção e alta precisão, acreditava-se que a Grande Muralha media aproximadamente 6.500 quilômetros. Como parte deste projeto, que terminou de medir em dezembro de 2008 a Grande Muralha, será elaborado um projeto de planejamento para sua proteção.

 

O diretor da Administração Estatal de Arqueologia, Shan Qixiang, assinalou que "embora agora o povo conheça a importância de proteger a Grande Muralha, nos últimos anos houve obras de estrada ou ferrovia que a afetaram".

 

"Foram encontrados lances como em Badaling, Mutinyu e Shanghaiguan, mas não se tem consciência de que a maior parte da Grande Muralha necessita de mais cuidados", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
CHINAMURALHA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.