Greenpeace protesta contra Lei de Biossegurança

Doze manifestantes do Greenpeace iniciaram uma manifestação, na frente do Congresso Nacional, contra o substitutivo do senador Osmar Dias (PDT-PR) ao projeto da Lei de Biossegurança. Eles colocaram, na carroceria de um carro, um mastro com uma bandeira com o símbolo oficial darotulagem dos transgênicos e um ponto de interrogação. Também afixaram um cartaz com a frase: "O Brasil não quer transgênicos".Segundo a coordenadora da campanha de engenharia genética do Greenpeace, Mariana Paoli, o ponto principal questionado pela organização ambientalista é o fato de o substitutivo de Dias não garantir a obrigatoriedade de as empresas realizarem o licenciamento ambiental e ter uma avaliação do Ministério da Saúde.O Greenpeace critica também o fato de o senador Dias, no texto, dar à Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio) poderes para liberar produtos transgênicos, retirando competência de órgãos de controle e fiscalização dos ministérios.Segundo a coordenadora, o substitutivo elaborado por Dias altera o texto aprovado pela Câmara, modificando todo o procedimento para liberação comercial dos transgênicos no País.A entidade divulgou uma pesquisa de opinião, feita pelo Instituto de Pesquisa do Rio de Janeiro, na qual 73,9% dos entrevistados opinaram que os transgênicos oferecem risco à saúde. Uma carta da organização ambientalista será entregue, ainda nesta quarta-feira, ao presidente doSenado, José Sarney.    leia mais sobre transgênicos

Agencia Estado,

25 de agosto de 2004 | 11h29

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.