Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Grupo diz ter detectado matéria "perdida" no espaço

Cientistas do México e Estados Unidos anunciaram ter detectado uma parte da matéria comum, ou bariônica, no cosmo. Matéria bariônica é aquela que compõe estrelas e planetas.Cientistas acreditam que a matéria bariônica responde por apenas 5% da massa total do universo - os 95% restantes seriam feitos de matéria e energia escura. Mesmo assim, apenas 50% de toda a matéria bariônica prevista pela teoria parecia existir.Agora, observações de raios X emitidos por um quasar revelam o possível endereço dos bárions perdidos: gás hiperaquecido no espaço, entre as galáxias. Os resultados, publicados nesta quinta-feira pela revista Nature.Os cientistas mediram as quantidades de raios X emitidos pelo quasar Markarian 421 que chegam à Terra depois de passar por nuvens intergaláticas compostas por massa bariônica.O estudo foi liderado por Fabrizio Nicastro, o Smithsonian Center for Astrophysics, de Cambridge (Massachusetts, EUA). Foram usados os telescópios espaciais de observação de raios X Chandra e XMM-Newton.Segundo os modelos atuais, 95% do universo é constituído de matéria e energia escura, que só podem ser percebidas através das perturbações no movimento das galáxias e estrelas e na expansão do próprio Universo.Nota do editor Este texto foi alterado em 03/02/05 para correção de informações sobre o tipo de matéria detectado neste experimento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.