Reuters
Reuters

Habitante de número 7 bilhões nasce na Rússia e se chama Piotr

Fundo das Nações Unidas para a População (UNFPA) decidiu entregar o certificado de habitante 7 bilhões da Terra ao primeiro bebê que nascesse no dia 31 outubro na cidade de Kaliningrado

Efe

31 Outubro 2011 | 07h59

MOSCOU - O habitante de número 7 bilhões da Terra recebeu o nome de Piotr e nasceu em Kaliningrado, informaram nesta segunda-feira as autoridades dessa cidade russa às margens do Mar Báltico.

 

O bebê nasceu poucos minutos depois da meia-noite no Centro Perinatal de Kaliningrado, cidade escolhida pelo Fundo das Nações Unidas para a População (UNFPA) para marcar a chegada simbólica do habitante de número 7 bilhões no planeta.

 

"Ele é o terceiro filho da família. Sua mãe tem 36 anos e passa bem. O nome foi escolhido pelo seu irmão mais velho. O bebê pesou 3,030 kg", detalhou à agência oficial russa RIA Novosti o diretor do Centro Perinatal, Yevhen Marchuk.

 

O UNFPA decidiu entregar o certificado de habitante 7 bilhões da Terra ao primeiro bebê que nascesse no dia 31 outubro em Kaliningrado. Em 1999 foi Sarajevo a cidade escolhida pela ONU para receber o habitante de número 6 bilhões do planeta.

 

Outra cidade russa reivindica o posto. As autoridades da região de Kamtchatka, no extremo oriente da Rússia, declararam que é seu o habitante de 7 bilhões, nascido às 0h19 (10h19 de domingo no horário de Brasília) na cidade de Petropavlovsk-Kamchatsky.

 

"Nosso país começa em Kamtchatka, por isso consideramos que nosso bebê é o primeiro nascido na Rússia", afirmou o governador de Kamtchatka, Vladimir Ilykhin. Além de um certificado expedido pelas autoridades regionais, os pais de Aleksandr, como chamaram o bebê, receberam de presente um apartamento.

 

Filipinas. O ministro da Saúde das Filipinas, Enrique Ona, disse nesta segunda-feira que não está confirmado que a bebê filipina Danila, nascida em Manila, é a habitante da Terra número 7 bilhões. Ona informou em declarações à imprensa que cabe à Organização Mundial da Saúde (OMS) certificar que Danila é exatamente o bebê que simboliza esse novo marco demográfico.

 

A menina, segunda filha de Camille e Florante Camacho, nasceu dois minutos antes da meia-noite no José Fabella Memorial Hospital na presença de um representante da delegação das Nações Unidas nas Filipinas, o 12º país mais povoado do mundo com 95 milhões habitantes. Outros países, entre eles Rússia e Índia, também reivindicaram o nascimento do habitante 7 bilhões da Terra.

 

Mais conteúdo sobre:
7 bilhões população mundial

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.