Hawking se rende ao "mistério" do cérebro feminino

O físico britânico Stephen Hawking deixou sem solução alguns enigmas que dominam a imaginação dos seres humanos: há vida em outros planetas? Será possível viajar no tempo?Mas a surpresa maior que deixou na cidade espanhola de Oviedo este cientista habituado a estudar mistérios como o dos buracos negros do universo é seu particular espanto com o cérebro das mulheres.Aos 63 anos, praticamente paralisado por uma esclerose lateral que sofre desde os 23 anos de idade, ele discursou na inauguração oficial dos atos comemorativos do 25.º aniversário do Prêmio Príncipe de Astúrias.Para um cientista capaz de fazer compreensível a Segunda Lei da Termodinâmica, a Teoria Geral da Relatividade, a teoria M sobre as dimensões do espaço-tempo e a soma de Feynmann, suas dúvidas sobre o funcionamento do cérebro surpreenderam."Realmente, não conhecemos como funciona o cérebro", disse Hawking, numa conferência intitulada Retrocedendo na História, que pronunciou em inglês ajudado pelo sintetizador de voz que lhe permite se comunicar.Hawking, que ganhou o Prêmio Príncipe de Astúrias da Concórdia em 1989, falava da lei (a Segunda da Termodinâmica) que explica ser possível lembrar-se do passado, mas não do futuro.Sua afirmação seguinte surpreendeu ainda mais e causou alguns sorrisos no silencioso auditório: "Os cérebros das mulheres me parecem especialmente misteriosos".Hawking, casado pela segunda vez, agora com Elaine, sua antiga enfermeira, não explicou a razão desse mistério especial, talvezdecepcionando os que esperavam encontrar respostas para uma frase tão enigmática.Foi uma das poucas passagens em que o físico rompeu a seriedade de sua conferência e buscou a cumplicidade do auditório.A frase ficou no ar, como a que encerrou seu discurso: uma proclamação pessimista que deixou um sabor amargo em quem esperava que o físico britânico revelasse a solução para os mistérios do universo."Vivemos numa região onde a vida é possível, mas acho que teríamos podido escolher um lugar melhor", disse Hawking, enquanto a tela gigante que estava atrás dele era coberta pela desolada imagem de um deserto.A que outro lugar se referia Hawking?

Agencia Estado,

13 de abril de 2005 | 12h24

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.