Hubble descobre mais dois anéis em Urano

Astrônomos da Nasa descobriram que o planeta Urano, o sétimo do Sistema Solar, tem dois anéis além dos 11 conhecidos há cerca de 20 anos. Os pesquisadores usaram imagens do telescópio espacial Hubble em suas pesquisas.Mark Showalter, do Instituto Seti em Mountain View, Califórnia, fez a descoberta e explicou em artigo na Science, nesta sexta-feira, que o 12.º e 13.º anéis ficam distantes dos demais e são mais amplos. Estão situados entre as órbitas das duas maiores luas de Urano.Eles são trilhas tênues de partículas, menos visíveis do que o restante dos anéis, que ficam muito próximos uns dos outros. Por causa disso, acreditam os astrônomos, não foram percebidos nas imagens que a sonda Voyager 2 enviou em sua passagem pelo planeta em 1986. A sonda revelou dois anéis próximos aos 9 conhecidos até então.Para Showalter, o anel externo deve ser formado por partículas da lua Mab, descoberta em 2003. Processos de erosão lançam poeira e pequenas rochas ao espaço, que acabam na órbita do planeta.Urano tem quatro vezes o tamanho da Terra e nada menos que 14 luas estão em sua órbita. Estudos feitos em 1994 mostraram que estas luas têm trajetórias caóticas e que, em alguns milhões de anos, algumas delas devem acabar se chocando.

Agencia Estado,

23 de dezembro de 2005 | 15h49

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.