Hubble fotografa lua gigante passando por trás de Júpiter

Composto de rochas e gelo, Ganimedes é a maior lua do Sistema Solar, e é maior que Mercúrio

da Redação,

18 de dezembro de 2008 | 16h24

A Nasa divulgou nesta quinta-feira, 18, uma imagem de uma das luas de Júpiter, Ganimedes, pouco antes de desaparecer por trás do planeta, o maior do Sistema Solar.   Ganimedes completa uma órbita em torno de Júpiter a cada sete dias. Como a órbita da lua está alinhada com a Terra, Ganimedes pode ser visto passando diante do planeta e desaparecendo por trás do gigante, para depois reaparecer.   Composto de rochas e gelo, Ganimedes é a maior lua do Sistema Solar. É maior, até mesmo, que o planeta Mercúrio.   A imagem do Hubble é tão nítida que permite aos cientistas enxergar até mesmo a mancha branca que marca a cratera de Tros. Também aparece na imagem a Grande mancha Vermelha, uma tempestade que se mantém na atmosfera de Júpiter há pelo menos 300 anos.   Astrônomos usam imagens assim para estudar a atmosfera superior de Júpiter, Ao passar por trás do planeta, Ganimedes reflete a luz do Sol, que passa através do céu de Júpiter e acumula informação sobre a atmosfera.

Tudo o que sabemos sobre:
hubblejúpitermercúrio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.