Ibama alerta para suspensão da pesca de camarão no NE

O Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e RecursosNaturais Renováveis (Ibama) alerta para a suspensão, até o dia 15 de maio, da pesca dos camarões dos tipos rosa, sete barbas e branco na região Nordeste, até o norte da Bahia. No sul deste estado, a proibição está prevista para o mês de setembro. As informações são da Agência Brasil.Segundo Rômulo Mello, diretor de Fauna e Recursos Humanos do Ibama, as novas regras foram definidas com as comunidades envolvidas na pesca do camarão nessas regiões. O objetivo da suspensão é preservar os recursos pesqueiros contra o excesso de exploraçã o comercial do camarão.O Ibama avisa ainda que no litoral de Alagoas a pesca do camarão só pode ser feita a partir de uma milha náutica da costa. Em Sergipe, a permissão é para além de duas milhas náuticas e no norte da Bahia, de três milhas, no mínimo. O calendário do Ibama p revê nova suspensão da pesca na região, entre 1º de dezembro e 15 de janeiro. Em todo o litoral do Nordeste também estão proibidos o uso de rede de arrasto com malha inferior a 28 milímetros, o uso do sobre-saco nas redes (acessório responsável pelo excesso de pescado recolhido nas redes) e as operações de arrasto com embarcações motorizadas em regiões de estuários, conhecidas como berçários da vida marinha.

Agencia Estado,

03 de abril de 2004 | 01h51

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.