Ibama inaugura laboratório de mamíferos aquáticos

Um laboratório de referência nacional para mamíferos aquáticos acaba de ser inaugurado, em Itamaracá, Pernambuco, na sede do Centro Nacional de Pesquisa, Conservação e Manejo de Mamíferos Aquáticos do Ibama, onde funciona o Projeto Peixe-Boi. Serão investidos no projeto, um convênio do Ibama com o Fundo Nacional do Meio Ambiente, cerca de R$ 900 mil em três anos.O laboratório deverá agilizar procedimentos que antes tinham que ser feitos em instituições localizadas em outras cidades, como análises de águas marinhas, análises clínicas e biológicas, além de necrópsias de mamíferos aquáticos. O convênio também permitirá o desenvolvimento de um projeto-piloto para a realização de exames de ultra-som em peixes-bois marinhos, que ajudarão no monitoramento da prenhez das fêmeas de peixes-bois mantidas nos oceanários do Centro. Segundo Régis Lima, chefe do Centro, os primeiros exames de ultra-som serão feitos com a fêmea Marbela, que está sendo condicionada há dois meses para que permita a realização do trabalho dentro da água. ?Esse controle é importante porque os peixes-bois não apresentam alterações visíveis durante a gestão?, explica.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.