Ibama proíbe queimadas no MS, devido à intensidade da estiagem

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) editou portaria proibindo a realização de queimadas no Mato Grosso do Sul, incluindo as que já tinham autorização. A decisão foi tomada em virtude da estiagem e avanço das queimadas no Estado. A proibição será mantida até o final do mês e poderá ser prorrogada.O Ibama não divulgou o total de focos de calor encontrado no Estado, mas pelo menos uma área indígena estava sob alerta amarelo - quando há risco médio de a queimada se alastrar. A crescente onda de incêndios florestais causou a proibição.A portaria libera, no entanto, a queima de canaviais para facilitar o corte de cana-de-açúcar, além de palha resultante da colheita mecanizada de sementes, desde que, nos dois casos, sejam autorizadas pelo órgão ambiental estadual e ocorram em horários determinados.

Agencia Estado,

04 de agosto de 2003 | 18h41

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.