Ibama retoma posse do Parque Nacional do Iguaçu

Policiais federais estiveram ao meio-dia de hoje na Estrada do Colono, que corta o Parque Nacional do Iguaçu, entre o oeste e o sudoeste do Paraná, para cumprir a ordem de reintegração de posse. A estrada tinha sido invadida por parte da população e políticos da região. Mas não encontraram mais ninguém em toda a extensão de 17,6 quilômetros. Técnicos do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) iniciaram um levantamento dos danos, que servirão de base para o inquérito instaurado na PF. "Queremos identificar as lideranças políticas que teriam incitado a população", disse o agente Marcos Koren, responsável pela Comunicação Social da PF. Entre os danos ao patrimônio público está a queima de uma casa que era utilizada pelo Ibama para abrigar os seguranças e a derrubada de uma torre de comunicação. Os técnicos do Ibama disseram ter sido encontrada mais uma bomba caseira hoje. Os danos ambientais foram mais sentidos, pois todas as mudas de árvores que haviam sido plantadas havia mais de dois anos, quando da última desocupação, foram arrancadas. Agora, a intenção é plantar mais 120 mil mudas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.