Ibama suspende licença da Ferrovia Centro-Atlântica

O Ibama suspendeu hoje a licença da Ferrovia Centro-Atlântica (FCA) para transportar produtos perigosos em trechos de ferroviários do Estado. Segundo a Rádio CBN, a empresa também foi multada em mais de R$ 1 milhão, após o descarrilamento de um trem carregado de óleo bruto que contaminou um rio que abastece Ibiá, na região centro-oeste de Minas. A cidade ficou dois dias sem água e hoje tem abastecimento alternativo com captação em dois córregos e a ajuda de outros municípios. Homens dos Bombeiros e da Ferrovia Centro-Atlântica ainda trabalham no local para retirar um dos vagões que caiu dentro do rio. Segundo os bombeiros, os vazamentos estão controlados. Em menos de dois meses houve dois acidentes com trens da empresa. O trecho interditado pelo Ibama vai de Divinópolis a Ibiá, no Triângulo Mineiro e, segundo a direção do órgão, ficará fechado até que a empresa demonstre condições de segurança para operar nestes locais que são próximos a mananciais de água. A Ferrovia Centro Atlântica informou apenas que vai cumprir as determinações do Ibama.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.