Ibama terá o triplo de técnicos para concessão ambiental

O Ibama vai triplicar o número de técnicos que concedem licenciamento ambiental para obras de infra-estrutura, informou nesta terça-feira a ministra de Meio Ambiente, Marina Silva, ao anunciar a concessão do licenciamento para a construção de uma usina entre Santa Catarina e Rio Grande do Sul. A demora na concessão de licenciamentos ambientais é um dos principais entraves apontados pela iniciativa privada e por autoridades do governo para obras de infra-estrutura que garantam energia nos próximos anos.Para apressar essas análises ambientais, será feito um concurso público até dezembro. O número de fiscais subirá dos atuais 74 para 224, que serão chamados até junho de 2005. O órgão contará ainda com mais 25 especialistas contratados (hoje são 53), que são chamados para tarefas técnicas muito específicas.Marina Silva considerou o reforço da área ambiental uma demonstração da importância que o setor têm. "O meio ambiente não é menos importante que a geração de energia", disse. Ela disse que, quando assumiu o governo, o Ibama possuia sete técnicos no licenciamento e 70 contratados. Além disso, recebeu o antigo modelo do setor elétrico, no qual as concessões eram dadas sem a licença prévia.

Agencia Estado,

21 de setembro de 2004 | 19h27

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.