Iceberg gigante volta a se mover e preocupa cientistas

O maior iceberg do mundo, o B15A, está se movendo novamente, depois de ter bloqueado o acesso marítimo a estações de pesquisa na Antártida, informou a agência de estudos Antarctica New Zealand.Segundo Lou Sanson, executivo-chefe da agência, o bloco de gelo - com 160km de extensão entre os pontos mais extremos e com gelo suficiente para abastecer o Rio Nilo por 80 anos - parece se mover em direção a uma pequena "península" conhecida como Língua de Gelo Drygalski, a uma velocidade de 1km por dia.Sanson não vê indícios de que possa haver uma colisão direta com este glacier, mas lembra que é extremamente difícil prever o comportamento deste iceberg. "Sabemos muito pouco sobre o que faz essa coisa se mexer, e toda vez que uma previsão foi feita, ela se mostrou errada", explicou.Há cerca de três meses o iceberg gigante bloqueou o Canal McMurdo, prejudicando seriamente o fornecimento de mantimentos e combustível às estações de U.S. McMurdo (americana) e Scott Base (neozelandesa), além da Terra Nova (italiana), que fica próxima do canal.O bloqueio ocorreu de forma indireta, interrompendo correntes de ar e água e causando um acúmulo muito maior de gelo. Dois navios quebra-gelo tiveram de abrir 50km canal adentro para liberar a entrada de carregamentos.O bloqueio do canal também afetou seriamente colônias de procriação de pingüins Adele. Os adultos tiveram de cobrir distâncias de até 180km para obter alimentos. Pesquisadores ainda vão avaliar o impacto destas dificuldades sobre as colônias, já que muitos filhotes podem ter perecido.

Agencia Estado,

04 de abril de 2005 | 11h28

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.