Igreja anglicana debate elevação de mulheres ao episcopado

Oponentes da participação das mulheres admitiram que a tradição masculina provavelmente será mudada

AP

07 de julho de 2008 | 17h46

A igreja anglicana está debatendo seu próximo passo no que diz respeito às propostas de permitir que mulheres se tornem bispos.  Oponentes da participação das mulheres admitiram que a tradição masculina provavelmente será mudada nesta segunda-feira, 7, e passaram a discutir como acomodar as dissidências.  Defensores das mulheres no episcopado dizem que qualquer diferença de tratamento faria com que as mulheres fossem consideradas bispos de segunda classe. Mas oponentes ameaçaram deixar a igreja se sua posição não for levada em consideração. Outras 15 igrejas anglicanas do mundo todo autorizaram mulheres a servirem como bispos. A igreja episcopal norte-americana é liderada por uma mulher, Reverenda Katharine Jefferts Schori.

Tudo o que sabemos sobre:
religiãoigreja anglicana

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.