Igreja Católica desculpa-se por abusos sexuais na Alemanha

O bispo Reinhard Zollitsch, chefe da conferência episcopal alemã, condenou o abuso sexual de menores

AP e Reuters,

22 Fevereiro 2010 | 15h54

O principal líder da Igreja Católica na Alemanha pediu desculpas a todas as vítimas de abuso sexual praticado por padres.

 

Papa salienta gravidade em encontro com bispos irlandeses

 

O bispo Reinhard Zollitsch, chefe da conferência episcopal alemã, condenou o abuso sexual de menores como um "crime hediondo".

 

Ele prometeu investigar a fundo todos os casos denunciados e cooperar com os promotores. O bispo também disse que tratará do assunto com o papa Bento XVI, durante uma reunião em Roma em março.

A declaração de Zollitsch, feita na abertura de uma reunião ordinária de bispos na cidade de Friburgo, marcou a primeira reação, em altos escalões da Igreja, à ampliação dos escândalos de abuso de crianças em escolas católicas do país.

 

Casos de abuso sexual foram revelados em pelo menos sete escolas e outras instituições católicas do país, noticiou a revista alemã Spiegel. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.