Igreja Episcopal dos EUA indica gays ao episcopado

O bispo de Los Angeles, John Bruno, declarou, em nota, estar satisfeito com a 'ampla diversidade'

Associated Press,

02 Agosto 2009 | 23h31

Dois sacerdotes da Igreja Episcopal envolvidos em relacionamentos com pessoas do mesmo sexo estão entre os indicados para bispo assistente de Los Angeles.

 

O reverendo John L. Kirkley de San Francisco e a reverenda Mary Douglas Glasspool, de Maryland, estão entre os seis candidatos na votação que será realizada entre leigos e clérigos em dezembro, a despeito do pedido de lideranças da Comunhão Anglicana, da qual os episcopais fazem parte,  para que a sagração de bispos abertamente homossexuais fosse suspensa.

 

O bispo de Los Angeles, John Bruno, declarou, por meio de nota, estar satisfeito com a "ampla diversidade" das indicações. Em um anúncio separado, a diocese de Minnesota informara, no sábado, que uma lésbica estaria entre três candidatos a bispo. A eleição está prevista para outubro.

 

As indicações foram anunciadas apenas duas semanas após a Convenção Geral Episcopal decidir, na prática, abandonar o compromisso de ser "austera" ao analisar candidatos gays ao episcopado.

Os episcopais dos EUA causaram furor na comunhão anglicana em 2003, ao consagrar o primeiro bispo abertamente gay, V. Gene Robinson.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.