Ilhas poderão desaparecer, diz secretário de Energia dos EUA

Um aumento das temperaturas causará um aumento dos níveis do mar e furacões, disse Steven Chu

EFE,

18 de abril de 2009 | 23h42

Se os países não tomarem medidas para lutar contra a mudança climática "alguns Estados ilhas poderiam simplesmente desaparecer", advertiu hoje o secretário de Energia dos Estados Unidos, Steven Chu.

 

Em declarações à imprensa que acompanha o presidente Barack Obama na 5.ª Cúpula das Américas, Chu disse que na segunda sessão plenária realizada neste sábado, 18, o presidente americano encorajou os líderes latino-americanos e caribenhos a atuar contra a mudança climática.

 

Um aumento das temperaturas causará um aumento dos níveis do mar e furacões mais prejudiciais no Caribe, advertiu o secretário americano.

 

Ilhas como Trinidad, que abriga a cúpula, poderiam ficar alagadas e desaparecer, explicou o alto funcionário, que apontou, entre outros exemplos, que se o gelo que cobre a Groenlândia derretesse o nível do mar aumentaria sete metros.

 

O presidente americano ofereceu ao continente uma nova cooperação no âmbito da energia e na luta contra a mudança climática.

Tudo o que sabemos sobre:
5.ª Cúpula das Américas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.