<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1659995760901982&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Importador deve fiscalizar produto farmacêutico, diz China

Recall do heparin, usado para afinar o sangue, ressalta problemas nas importações de químicos farmacêuticos

Elaine Kurtenbach, da Associated Press,

27 de fevereiro de 2008 | 18h42

A agência de segurança de medicamentos da China, comentando a investigação do recall do medicamento heparina nos Estados Unidos, disse nesta quarta-feira, 27, que impõe controles rigorosos sobre os produtos químicos usados em produtos farmacêuticos, mas que países importadores são os responsáveis finais pela garantia da segurança do produto.

Selecione uma opção abaixo para continuar lendo a notícia:
Já é assinante Estadão? Entrar
ou
Não é assinante?
Escolha o melhor plano para você:
Sem compromisso, cancele quando quiser
Digital Básica
R$
0, 99
/ mês
No primeiro mês
R$ 9,90/mês a partir do segundo mês
  • Portal Estadão.
  • Aplicativo sem propaganda.
Digital Completa
R$
1, 90
/ mês
No primeiro mês
R$ 19,90/mês a partir do segundo mês
Benefícios Digital Básica +
  • Acervo Estadão 146 anos de história.
  • Réplica digital do jornal impresso.
Impresso + Digital
R$
22, 90
/ mês
No primeiro ano
R$ 56,90/mês a partir do segundo ano
Benefícios Digital Completa +
  • Jornal impresso aos finais de semana.
Tudo o que sabemos sobre:
heparinChinaEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.