Incêndio destrói parte de reserva biológica no Rio

Um incêndio destruiu durante o carnaval entre dez e quinze hectares da Reserva Biológica União, localizada nos municípios de Rio das Ostras e Casimiro de Abreu, na baixada litorânea do Rio. Segundo a administração do parque ? que abriga uma das maiores populações silvestres de micos-leões-dourados do Brasil ?, o fogo começou na segunda-feira à tarde e já foi controlado, mas ainda há muita fumaça.A administração informou que o incêndio começou às 14 horas de segunda-feira, mas a notícia só chegou três horas depois, por um fazendeiro de uma propriedade vizinha. Ainda não se sabe o que originou as chamas. O fogo foi controlado por bombeiros da região, que não contaram com o auxílio do avião comprado recentemente pelo governo do Estado para este fim, de acordo com a direção do parque.No fim de novembro do ano passado, outro incêndio devastou dez hectares da reserva. O parque tem 3.126 hectares de área total, dos quais dois terços são cobertos por Mata Atlântica.A reserva tem árvores como jequitibás, massarandubas, canelas, caixetas, ipês, sapucaias, perobas, bicuídas, palmitos, orquídeas, bromélias e cipós,habitat favorável à existência de espécies animais ameaçadas de extinção: além do mico-leão-dourado, macaco-barbado, preguiça-de-coleira, jaguatirica, jacaré-de-papo-amarelo, lontra e surucucu-pico-de-jaca.

Agencia Estado,

05 de março de 2003 | 15h59

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.