Índice de queimadas foi mais intenso na segunda semana de junho

A tendência de aumento das queimadas, esperada para este início de estação seca, confirmou-se na segunda semana de junho. Um total de 2.262 focos de fogo foram detectados pelos satélites NOAA, conforme imagens processadas pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e pela Embrapa Monitoramento por Satélite. A exemplo da semana passada, a maioria das queimadas ? 1.560 ou 69% - ocorreu no estado de Mato Grosso, sobretudo no centro e norte do estado ? entre e nas estradas secundárias da rodovia Cuiabá-Santarém, a BR-163. O número de focos vai crescendo ainda ao longo da BR-364, com algumas queimadas isoladas atingindo precocemente o estado de Rondônia. Outros registros importantes se concentraram no Tocantins, na região de Gurupi, Porto Nacional, Dianópolis e na Ilha do Bananal. Também no interior de São Paulo surgiram várias concentrações, com muitos focos de beira de estrada.Clique aqui para ver o mapa de queimadas

Agencia Estado,

16 de junho de 2003 | 21h13

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.