Índios pedem a Lula ações para garantir posse de terra

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebeu hoje de manhã, no Palácio do Planalto, cerca de 50 índios da tribo hã-hã-hãe, do sul da Bahia, que pediram para que o presidente interceda em favor do julgamento, pelo Supremo Tribunal Federal (STF), de uma ação de nulidade de títulos de propriedade concedida para fazendeiros em área indígena, em três municípios baianos. Segundo o cacique Nailton Pataxó, o processo, proposto pela Fundação Nacional do Índio (Funai), tramita há 20 anos no STF. Pataxó informou também que a área dos hã-hã-hãe é de 54 mil hectares, mas boa parte dela já foi ocupada por fazendeiros, restando 8 mil hectares para os índios. Na audiência, eles pediram também a Lula para que o governo desarme os fazendeiros da região, que agem com violência para manter a posse das terras. Da audiência participaram também o secretário nacional de Direitos Humanos, Nilmário Miranda, e o ministro do Trablho, Jaques Wagner.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.